Comentários

A franquia Pokémon é conhecida por manter sua fórmula, mas adicionar novos recursos e mecânicas para que você cumpra seu principal objetivo: capturar as criaturas e formar uma equipe poderosa para se tornar o maior treinador da região. Pokémon Sword & Shield continua a tradição, adicionando as lutas contra Pokémon gigantes e trazendo criaturas inéditas. Graças às novas mecânicas, o jogo tem elementos interessantes que entregam um ótimo título.

Apesar do salto tecnológico, a Game Freak preferiu manter alguns elementos totalmente intactos. Você começa sua aventura, escolhe seu primeiro Pokémon e começa a coletar monstrinhos para completar a Pokédex, enquanto enfrenta líderes de ginásios (sim, eles estão de volta) e explora a região.

A batalha em turnos é a mesma de sempre, mas traz a mecânica Dynamax, que torna os Pokémon em monstros gigantes por 3 turnos. Há também as raides, onde você encontra monstrinhos em forma Dynamax, que representam um bom desafio, principalmente se você estiver jogando sozinho. Entretanto, o melhor é enfrentá-los com a ajuda de amigos.

Pokémon

A mecânica Dynamax pode ser usada apenas em batalhas de ginásios e em certas situações, isso evita que o jogo fique desequilibrado e que seja usada em qualquer batalha (diferente das Mega Evoluções), há um sentimento de algo mais especial, mais específico. A forma gigante também impressiona: a batalha fica mais interessante, com golpes mais explosivos e poderosos.

A volta dos líderes de ginásios também acontece com toda a pompa merecida: os ginásios estão maiores, possuem plateias e trazem puzzles divertidos. Há até uniformes para cada ginásio, usados pelos treinadores e líder, mostrando que a coisa está mais oficial do que nunca.

A história pode não ter grandes alterações, mas há uma melhora no enredo, a participação de personagens se tornou mais orgânica e há uma certa preocupação para que tudo seja mais crível (ok, estamos falando de monstrinhos de bolso, mas você entende onde quero chegar), os encontros possuem mais impacto e o mundo parece levar mais à sério as batalhas de Pokémon.

Agora, vamos falar da verdadeira grande estrela deste jogo: a Wild Area. Talvez, esta seja a maior e melhor adição à franquia. A área funciona praticamente como um mundo aberto onde podemos ter um gostinho de como seria um Pokémon MMORPG, afinal, você vê treinadores rodando por todo lado, enfrenta raides, encontra itens, tem uma câmera livre em terceira pessoa, enfrenta monstros poderosos e progride de acordo com a quantidade de ginásios vencidos. Facilmente, você passará horas explorando a Wild Area, sem cansar. Encontrar novos monstrinhos lá é algo viciante e as Max Raid Battles são emocionantes. É como se um sonho, obviamente, de um fã de Pokémon, se tornasse realidade.

Ok, há o corte de monstrinhos na Pokédex, foi algo bastante criticado. Entretanto, eu devo admitir que passei a gostar disso: me vi treinando criaturas que eu nunca teria tentado antes, pois me prendia aos monstrinhos que já gostava. A minha experiência não foi afetada por isso e o jogo se mostrou extremamente cativante.

Pokémon Sword & Shield pode até não ser perfeito, mas é um título que cumpre bem seu papel e, acima de tudo, se mostra como um dos jogos mais divertidos da franquia. Vale a pena!



Comentários