Comentários

67 anos após o lançamento, a Revista MAD está chegando ao seu fim em 2019!


Antes de continuar: Participe do nosso grupo de Whatsapp e receba ofertas diárias de Quadrinhos com desconto. Para participar, basta clicar aqui!


O colaborador de longa data da publicação, Evan Dorkin, despediu-se nas redes sociais, indicando o fim da revista. Em uma série de Tweets, ele descreveu como recebeu um e-mail “esmagador” sobre o fechamento da MAD:

“Hoje não vai acabar. Adeus, Revista MAD. Quando jovem, eu era um grande fã dos anos 70, quando adulto redescobri os quadrinhos dos anos 50, como um velho nerd, eu de alguma forma me tornei um colaborador (muitas vezes trabalhando com Sarah Dyer) durante a última década. Receber o e-mail hoje foi esmagador.”

Último título contínuo da EC Comics, MAD começou como uma revista em quadrinhos. Foi lançada em 1952 pelos editores Harvey Kurtzman e William Gaines. Em 1955, tornou-se uma revista de fato e alcançou o sucesso. Agora uma propriedade da DC, a revista era conhecida por satirizar a cultura popular e os eventos do mundo atual.

revista mad

O fechamento da Revista MAD segue a aposentadoria da marca Vertigo na DC. Há duas semanas, a editora anunciou que todo o seu conteúdo será reorganizado e comercializado sob três rótulos específicos por faixa etária – DC Kids, DC e DC Black Label – a partir de janeiro de 2020. O novo sistema de etiquetagem resultará no fim de  impressões como a Vertigo, DC Zoom e DC Ink (saiba mais aqui).



Comentários